<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d9284302\x26blogName\x3da+vida+%C3%A9+larga\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://avidaelarga.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://avidaelarga.blogspot.com/\x26vt\x3d3271629203448803517', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
|

30.11.04

chateaubriand...

os cruzamentos existem e a escolha impõe-se.
deixar a vida decidir é uma decisão.
o stand-by dá-te musica and you know it.

olhos lindos! olhos lindos!
|

pontes!

um abraço público á barriga do arquitecto pela enorme ajuda no deslindar dos templates, o que permitiu que desta folha partam pontes para outras folhas! merci bien!
|

29.11.04


...
|

Ali

Ali subia bem dentro do Grande Sentido como se fosse no coração de uma couve roxa apertada e quase hermética. Apesar desta girar em todos os sentidos á medida que subia e avançava por cima de enormes montanhas, Ali permanecia erecto e imóvel como uma certeza, observando um grupo de nuvens algodão que se dispersava algo triste á sua volta.
O Grande Sentido iniciou súbito uma descida em diagonal mesmo em direcção á base de um dos monstros montanha, sem que no entanto isso implicasse qualquer mudança de posição de parte de Ali, que ansiava agora um pouco poder cheirar a vegetação ou mesmo agarrar um punhado de terra merda.
A couve roxa encostou-se ao chão em frente a uma espécie de boca numa grande rocha dentro da qual Ali viu uma enorme pepita de ouro que palpitava como um pedaço de carne fresca.
Cheirava a Vinho. Ali bebeu.
Caminhou depois por entre enormes palmeiras ainda verdes mas já mortas, afujentando pequenas aranhas e lagartas do lugar ao pisar o chão de terra e ramos secos. Sentou-se num tronco caído em frente a um riacho de água rápida e quente que fumegava ao avançar.
E pensou.
|

el club silencio...

o mulholland drive de repente na tv. filmaço! dos que crescem crescem com o tempo até ao tamanho que tinham na cabeça.
do lynch e mais. no hay banda!
|

28.11.04


olho
|

Joe

Joe desata as botas e alimenta o fogo com mais dois ou três troncos pequenos que as brasas aquecem e queimam em pouco tempo. Descansa a cabeça nas mãos e imagina o percurso do dia seguinte. Tem tudo pronto para partir: o machete e a faca, a pistola e o cantil, a pequena sacola com provisões.
Sabe que se tudo correr pelo melhor não voltará. Essa ideia rasga-lhe a boca num sorriso largo. Deita-se de costas para o fogo e adormece. Sonha que tudo lhe corre bem. Vê-se a sorrir para si próprio do futuro. E está sózinho numa festa imensa.
|

27.11.04


...
|

baby blue

não há nada como uma noite que acaba longa depois da manhã, passada com um bom velho amigo e novos amigos belos, e a dançar e a conversar e a conhecer e dois minutos de storm pertinente a rematar. o que interessa...
|

26.11.04

Daddy G!

fixe o gajo dos massive attack ontem no lux! não deixava a coisa chegar áquele ponto em que o corpo se solta a sério e entra no ritmo que lhe sai, mas mantinha um ondular e uma simplicidade nice. tem aquele ar de jamaicano alucinado e é um gentleman! diz que brevemente cá voltará. que gosta da malta tuga. a cool boy!
|

25.11.04


...
|

speed fly !

a mão direita poisada no antebraço esquerdo a segurar o cigarro a fumar, a esquerda na parte de cima do volante a duzentos e vinte quase duzentos e trinta e passa mesmo rente aos olhos uma mosca a voar a passear no carro porra duzentos e quarenta a lua cheia no vermelho azul do céu.
|

vinte e cinco

hoje mais um passo-corte para mudar a vida. um bocadinho mais leve para o caminhar ser algo mais solto, e ser outra coisa. realizar-se. o lastro que importa largar não se larga, corta-se, serra-se! e leva bocadinhos pertinentes agarrados... um bom dia ! ...
|

egon_schiele
|

24.11.04

um beijinho...

...público á limonada pelo primeiro feedback e pela good vibe! o limão a sério é azul...
|

Branca

Quando se deita no chão fica-se a ver a manta de estrelas sóis que enche o céu numa invasão quieta e estende os braços na terra como que encurralada pela vaga que desce para ela. Um pontinho ínfimo no mar de Tudo, rebola para o lado e o cheiro da terra molhada invade-a e sente de um lado o chão que a segura e do outro o mar de luzes que a liberta. Chora amarga aquele momento e adormece exausta passado muito tempo. Quando acorda o sol roça o horizonte a descer e um vento fresco sopra-lhe os cabelos e canta-lhe baixo o acordar. Levanta-se nua e põe-se a caminho da vida.
|

atraso !

a mesa da sala é a metáfora quase perfeita da minha vida!
a puta da confusão!!

|

23.11.04

quadro quieto

adoro essa tua beleza inteligente e sensual e a forma como brilhas delicada e kinky a brincar comigo de cabelos madeixas o cheiro do quarto horas e horas a foder a fumar a beber a conversar e só deitados sem mais nada a sentir a pele o arrepio o desejo o cansaço sempre a primeira vez e a última admirar-te querer-te possuir-te e depois a água quente no corpo a banheira e partir partimos sem conseguir ver lá fora o que lá está pelo arrasto deslocado que nos prende. hoje tenho saudades tuas.
|

o sofá

tipo prancha de surf a voar comigo a dormir sentado no ar e de repente acordar como se fosse noutro sítio... nunca sonharam que estavam mais á frente na vida ?
|

estrela

o primeiro mergulhito !

referer referrer referers referrers http_referer Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com Blogwise - blog directory