<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d9284302\x26blogName\x3da+vida+%C3%A9+larga\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://avidaelarga.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://avidaelarga.blogspot.com/\x26vt\x3d3271629203448803517', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
|

21.2.05

mescal con gusano ou os moinhos ao vento

...


no méxico mil e tal policias vão ser obrigados a ler o quixote.

o objectivo é aumentar o seu nivel cultural e melhorar a relação com a população.


...

9 Comments:

Blogger peciscas said...

Se isso pega, vão pôr os nossos a ler "Os Lusíadas"...

7:36 da tarde  
Blogger blimunda said...

olha até se perdia alguma coisa se lessem. pelo menos depois não tinham de vir aos pares!!!!! jorgito, tás melhor? um beijinho

8:12 da tarde  
Blogger Cerejinha said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

11:00 da tarde  
Blogger Cerejinha said...

ajcm: Não iria tão longe com Os Lusíadas, mas ler Eça de Queirós não faria mal a ninguém.

11:01 da tarde  
Blogger Rita said...

A ser verdade, acho isso bárbaro.

Obrigar alguém a alguma coisa nunca trouxe resultados positivos.

Além disso, não é assim que se alteram mentalidades.

Educar é um processo contínuo e longo que cruza, por vezes, várias gerações.

E deve ser também um prazer...

Não que ler Cervantes não seja um prazer...

11:20 da tarde  
Blogger Marta said...

e como educar, como ensinar sem o sacrifício, sem a obrigação, sem o sentido de responsabilidade?!

para nos libertarmos, temos alguma vez de nos termos sentido presos...

eu não acredito no ensino do "self-made"!

como construir os andares superiores de uma casa,

se não existe TERRA,
se não existem FUNDAÇÕES,
e se o 1º andar está mal só por estar sustentado no VAZIO...

11:59 da manhã  
Blogger Marta said...

agora o que a mim me aflige não é o facto de os porem a ler seja o que for...

o que me intriga são estas supostas "pílulas milagrosas" com que se julga encontrar soluções ainda mais milagrosas...

parece que cada vez mais as pessoas precisam de justificações imediatas, aparentemente objectivas (mesmo que disparatadas)...

e porque perdemos cada vez mais o tempo que supostamente ganhámos com a parafernália tecnológica que inventámos( a mesma que nos rouba talvez o mesmo ou ainda mais tempo em troca, quer atenção, não se satisfaz com o que nos dá, quer o nosso PRECIOSO TEMPO!)

12:17 da tarde  
Blogger Marta said...

o que me intriga é as mesmas pessoas que atiram os segundos da sua vida para o lixo, ficarem horrorizadas com a perda de tempo que é o da leitura OBRIGATÓRIA(talvez o problema esteja nesta palavra, e não no seu conteúdo)

e o que será verdadeiramente perder tempo? Já alguém reparou no tempo que se queima à frente do ecrã do computador...mas tudo é relativo, quando não é por OBRIGAÇÃO...

12:27 da tarde  
Blogger Caínha said...

desde que não comecem a tratar da população como quem luta com moinhos :)
Eu não sou liminarmente contra as obrigações ... às vezes todos precisamos de um "incentivo" para não ir deixando para depois

12:50 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com Blogwise - blog directory