<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d9284302\x26blogName\x3da+vida+%C3%A9+larga\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://avidaelarga.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://avidaelarga.blogspot.com/\x26vt\x3d3271629203448803517', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
|

9.2.05

mmm...

quando se abusa da máscara e ela se cola à pele é uma segunda cara que surge, falsa, a baralhar o espelho e a vida.

8 Comments:

Blogger peciscas said...

Pois é, mas há certas máscaras que trazem muita cola!

7:02 da tarde  
Blogger pipetobacco said...

{ ...

estou [eu] em máscara [disfarce]
e que dizem dela [escrita] ressalta
ilusão, [sei] talvez ficção [ou orgia]
de tons e toques, de cara em guerra
que se põe [disfarça]… nesta escrita
realça [bela] como só tu [essência]
mas[cara]
© de[mente]

... }

7:39 da tarde  
Blogger Bandido ORiGInAl said...

Alguns já nem sequer sabem distinguir a diferença entre a sua verdadeira pele e a mascara...

Convido V. Exas a visitar a Embaixada de Zurugoa:

http://zurugoa.blogspot.com

Salut

9:55 da tarde  
Blogger Rita said...

Agora percebo porque nunca gostei do Carnaval!

É que, através das máscaras, decubro as pessoas reais: e não aguento saber que estive tantos anos enganada!

11:58 da tarde  
Blogger paopbocca said...

as minhas máscaras são várias. são etéreas. são fantasmas. são vidas passadas. e outras que hão-de vir. são de algodão e núvens. núvens. algumas têm asinhas. parecem anjos e são diabinhos. neste carnaval mascarei-me de Jorge. não achaste bem?
damaopboca.blogspot.com

1:59 da manhã  
Blogger trintapermanente said...

muito pertinente esta frase. ao usarmos outra mascara para determinado fim temos que ter cuidao que a nossa cara nao nos denuncie

2:10 da tarde  
Blogger musalia said...

dizem que a máscara revela mais do que esconde...
beijos.

6:17 da tarde  
Blogger Marta said...

Há alturas em que penso se uma máscara não acentuará determinadas características que em nós já existem...

Uma máscara são opções de vida, todos os dias contruímos máscaras, refazêmo-las, destruímo-las, substituímo-las...

nós estamos presentes porque representamos algo de nós para os outros, mas estas máscaras não implicam que se encerrem nos significados que nós pessoalmente queiramos atribuir-lhes...

por vezes pregam-nos partidas e falam acima de nós, escondem-nos demasiado para dentro de si...TORNAM_SE SÓ EPIDERMES MAL AJUSTADAS AOS NOSSOS ESQUELETOS!

6:39 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com Blogwise - blog directory